No Velho Testamento, Deus revelou-se com vários nomes. No hebraico, o nome é muito significativo, porque diz o que a pessoa é, tem, pode e a autoridade que possui. Deus revelava-se ao Seu povo com vários nomes, nomeadamente “Eu sou o Senhor que te sara – Jeová Rafá”, “Eu sou o Senhor que provê – Jeová Jiré”, “O Senhor é o meu pastor”, “O Senhor é a minha justiça”, O Senhor é a minha bandeira”, entre muitos outros. Deus revelou-se ao Seu povo de acordo com as suas próprias necessidades. Então, Ele também se pode revelar à nossa vida conforme a nossa necessidade.

No Novo Testamento, Deus depositou todo o Seu poder e autoridade num só nome – o Nome de JESUS.

Filipenses 2:9 Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo o nome”.

Efésios 1:21 “acima de todo principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro.”

O nome de Jesus está acima de todo o nome, tem poder, tem senhorio, tem governo, tem autoridade, tem autoridade sobre a morte, enfermidade, opressão, vício…

 

O QUE SIGNIFICA O NOME DE JESUS?

Jesus é a palavra hebraica “Yeshua” que significa Jeová é Salvação ou o Senhor é Salvação. No Novo Testamento, a palavra em grego para Salvação significa cura, libertação, proteção, prosperidade, fortaleza e segurança.

Jesus vive no eterno presente, tal como o Seu nome diz “Eu sou o que sou”, Ele existe por si mesmo, Ele é Deus.

Quando mencionamos o nome de Jesus estamos a dizer: “o Senhor salva”, o Senhor cura”, “o Senhor liberta”, “o Senhor protege”, “o Senhor prospera”, “o Senhor fortalece” e “o Senhor dá segurança”. Há poder, há vitória neste Nome. Ao pronunciarmos o Nome de Jesus com fé, não como um amuleto, mas quando tomamos posse Dele, podemos declarar vitória para a nossa vida. Por fé, Jesus venceu por nós, a Sua vitória é a nossa vitória.

Quando declaramos o nome de Jesus com fé, Ele desata poder, porque toda a herança dos Céus está sobre esse Nome. Jesus é e tem tudo aquilo que diz que tem. No momento em que pedimos ao Pai em nome de Jesus, é como se fosse a Pessoa de Jesus a pedir. Por essa razão, Jesus ensinou-nos a pedir ao Pai em nome de Jesus.

A razão pelo qual o nome de Jesus tem todo o poder e autoridade é porque Ele é Deus, é a segunda pessoa da Trindade. Todas as outras pessoas que são adoradas são meros seres humanos. Jesus é o único que é 100% Deus e 100% Homem. Deus não exalta o nome de Homem nenhum, a não ser o Seu prórpio nome.

 

1. Jesus obteve este nome porque se humilhou.

Filipenses 2:5-8 De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte e morte de cruz.

Jesus é o nosso exemplo e a Ele temos que seguir.

 

2. Jesus herdou esse Nome

Este nome é herança de Deus.

Hebreus 1:2 “a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.”

Deus consitituiu Jesus herdeiro de tudo por Seus méritos, por tudo aquilo que Ele fez.

 

3. Jesus obteve esse nome porque venceu

Colocenses 2:14-15 “havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo.”

Jesus venceu por nós, Ele apagou, anulou, cancelou o registo que era contrário a nós. Se não fosse Jesus estariamos condenados, porque o salário, a recompensa do pecado, é a morte.

Jesus venceu. Deus deu o poder e autoridade ao Nome de Jesus, porque conquistou e venceu as potestades da trevas, o inferno, a morte, a cruz e, ao terceiro dia, ressuscitou vitoriosamente. Deus deu este nome a Jesus, uma vez que Ele se humilhou, venceu e conquistou por cada um de nós.

Quando cremos Nele e caminhamos com Ele, algo maravilhoso vai suceder em nossa vida. Mesmo com circunstâncias negativas, sabemos que se confiarmos Nele e O buscarmos algo sobrenatural vai acontecer ao Lhe obedecermos.

 

Mateus 28:18 “E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.” 

 

COMO APLICAMOS O NOME DE JESUS NA ORAÇÃO

João 14:13 “E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.”

A vontade de Deus, quando nós oramos e buscamos com fé, é responder às nossas orações. Assim, toda a oração feita no nome de Jesus, de acordo com a Palavra de Deus e com fé, será respondida.

Jesus é tudo em tudo. Jesus tem-nos outorgado e garantido a resposta às nossas orações. Então, peça e continue a pedir e receberá de Deus o que necessita.

 

Há autoridade no nome de Jesus! No nome de Jesus há salvação.

Atos 4:12 “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.”

Ninguém mais pode salvar. Não se deixe enganar! Apenas no nome de Jesus há salvação. O ser humano estava perdido e necessitava de um Salvador. Jesus, naquela cruz, pagou por nós, para que pelo Seu nome tivessemos salvação.

O nome de Jesus cura. Há poder neste nome.

Atos 3:6 “E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.”

Atos 3:16 E, pela fé no seu nome, fez o seu nome fortalecer a este que vedes e conheceis; e a fé que é por ele deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde.”

No nome de Jesus expulsamos demónios.

Marcos 16:17 “E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas”

Estes sinais não seguem qualquer pessoa, seguem a todos os que creem.

 

QUEM TEM O DIRETIO LEGAL PARA USAR O NOME DE JESUS

Todo o crente nascido de novo, nascido do Espírito Santo.

João 1:12 “Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que creem no seu nome

É necessário receber Cristo, abrir o nosso coração para Ele e convidá-Lo a entrar. Aos que creem e recebem são feitos Filhos de Deus.

A palavra grega para autoridade significa direito legal delegado para exercer domínio e senhorio. Deus tem dado, a cada crente, o poder legal para exercitar autoridade.

Atos 19:13-16 “E alguns dos exorcistas judeus, ambulantes, tentavam invocar o nome do Senhor Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus, a quem Paulo prega. Os que faziam isto eram sete filhos de Ceva, judeu, principal dos sacerdotes. Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus e bem sei quem é Paulo; mas vós, quem sois? E, saltando neles o homem que tinha o espírito maligno e assenhoreando-se de dois, pôde mais do que eles; de tal maneira que, nus e feridos, fugiram daquela casa.”

Estes homens não tinham o direito legal para usar o nome de Jesus. Não é qualquer pessoa que pode usar este nome, apenas os filhos de Deus possuem esse direito legal, porque estão selados pelo Espírito Santo. Quando o inimigo olha para nós tem de ver o Sangue de Jesus que nos redime e resgata. O inimigo tem de olhar para nós e ver que somos filhos de Deus, logo temos autoridade para derrubá-lo.

Remova a incredulidade da sua vida. Este é um espírito mau que o impede de crer naquilo que Deus diz.

O nome de Jesus tem autoridade em três lugares: nos Céus, na Terra e debaixo da Terra. Não há lugar nenhum onde Jesus não tenha autoridade.

 

COMO DESENVOLVER A FÉ NO NOME DE JESUS

Todo o crente tem um cheque em branco, simplesmente tem de escrever o que deseja. Escreva por fé!

Peça ao Pai em nome de Jesus, creia de todo o coração pela fé e receba o que pediu. Ore especificamente. Se não formos específicos, ficaremos confusos e a dúvida entrará em nosso coração com muita rapidez. Seja específico naquilo que necessita e depois agradeça a Deus.

Tiago 1:6 “Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte.”

Seja constante, não duvide. Se não prevalece, não receberá. O que nos mantém firmes é orarmos, louvarmos a Deus e agradecermos. As ações de graças desatam a nossa fé, fortalecendo-a e fazendo-a crescer. Um coração agradecido é um meio pelo qual Deus pode mover-se.

Se ainda não recebemos o nosso milagre (intervenção divina instantanêa) comecemos a louvá-Lo porque Deus está a trabalhar connosco de outra forma, pode estar a trabalhar progressivamente e, no final, vamos ver que Deus interveio a nosso favor. Quando louvamos e adoramos a Deus a nossa face resplandece, pois há um respaldo de Deus. O louvor e a adoração levantam-nos, tiram a carga que está sobre nós, uma vez que a unção do Espírito Santo despedaça o jugo.

João 4:23 “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

Aproxime-se de Deus com fé. Um dos problemas dos cristãos é que quando oram não sentem nada, mas tenha em mente que a Presença de Deus está lá. Faça-o por fé e não por emoções.

Provérbios 18:10 Torre forte é o nome do Senhor; para ela correrá o justo e estará em alto retiro.”

O nome de Jesus é refúgio e proteção e traz paz à nossa vida. No nome de Jesus há força, graça, vida, libertação.

Há poder em Seu Nome!

 

Pode rever a última lição desta série no vídeo que disponibilizamos abaixo.

Phone: +351 234 308 422
3800-587 Cacia - Aveiro
Rua da Paz, Nº 263, Lote 9