“Neste dia, o Espírito de Deus vai começar uma visitação sobre os filhos de Deus”

Apóstolo António Ferreira

O Pentecostes fala-nos do Espírito Santo e Ele vai fazer uma visitação à Igreja. Prepare o seu coração!

Joel 2:28-29 “E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito.”

O que é o dia de Pentecostes e qual o seu significado?

O Pentecostes é o dia em que o Espírito Santo foi derramado sobre os díscipulos pela primeira vez. Antes disso, o Pentecostes era uma festa judaica instituida por Deus para celebrar a colheita. Por isso, creia que uma nova visitação do Espírito Santo está a vir e uma nova colheita se aproxima, porque a vinda de Jesus está próxima. Tem a certeza da sua salvação? Ele é o Senhor da sua vida?

 

No Velho Testamento, Pentecostes significa quinquagésimo, porque acontecia 50 dias depois da Páscoa. Outro nome referido na Bíblia para Pentecostes é festa das semanas (7 semanas após a Páscoa).

Levítico 23:15-16 “Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão. Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinquenta dias; então oferecereis nova oferta de manjares ao Senhor.”

Números 28:26 “Semelhantemente, tereis santa convocação no dia das primícias, quando oferecerdes oferta nova de manjares ao Senhor, segundo a vossa Festa das Semanas; nenhuma obra servil fareis.”

A festa do Pentecostes servia para agradecer a Deus pela comida que Ele providenciava. Hoje, devemos agradecer a Deus por Jesus que é o pão da vida e a nossa Salvação.

O Pentecostes era uma grande celebração que os judeus deviam atender em Jerusalém, por isso o derramar do Espírito Santo acontece em Jerusalém, quando eles vinham de várias nações para celebrar.

 

No Novo Testamento, no tempo de Jesus, os judeus estavam dispersos, mas na Páscoa e no Pentecostes, eles reuniam-se em Jerusalém para celebrar.

Atos 2:15 “E em Jerusalém estavam habitando judeus, varões religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.”

Há três festas que como cristãos devemos festejar: a Páscoa (é a festa de Jesus Cristo), o Pentecostes (50 dias após a ressurreição de Jesus, é a festa do Espírito Santo) e festa dos Tabernáculos (é a festa do Pai).

No Pentecostes, o Espírito Santo desceu como um vento forte, com línguas de fogo e, os dísicipulos começaram a falar noutras línguas que eles nem sequer conheciam.

Atos 2:1-4 “Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; e, de repente, veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.”

Deus faz coisas de repende, não programa como o Homem faz.

No dia de Pentecostes, foi a primeira vez que os dísicpulos foram cheios do Espírito Santo e pregaram o evangelho completo. Mais de 3 mil almas agregaram-se à igreja, foi a primeira grande colheita do evangelho. Este dia foi o começo da igreja, foi o início da expansão da igreja e esta continua até hoje.

O Pentecostes do Velho Testamento era um símbolo apontado para o Pentecostes do Novo Testamento.

Atos 2:40-42 “E com muitas outras palavras isto testificava e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e, naquele dia, agregaram-se quase três mil almas. E perseveravam na doutrina”

Já naquele tempo, Pedro disse para se salvarem da geração perversa, que hoje permanece. Então necessitamos de nos arrepender desta geração perversa e voltarmo-nos para Jesus.

Festa é um tempo apontado e designado por Deus para revelar os Seus propósitos, os Seus planos e as Suas temporadas. Nós estamos a entrar numa nova temporada! Um novo tempo está prestes a começar.

Apóstolo António Ferreira

 

O Pentecostes profeticamente representa o Espírito Santo, o derramamento, o batismo, a mudança, o avivamento.

 

O que esperar no dia de Pentecostes?

Deus está a marcar a história. A primeira Páscoa todos a passaram fechados no Egito. Esta Páscoa todos estiveram fechados no seu concelho. Sabe o que os israelitas trouxeram do Egito? Colheita! Os egipcios deram-lhes o ouro, a prata…As riquezas dos egípcios foram transferidas para o povo de Deus. Hoje é tempo de sair do Egito, da geração perversa e, receber Jesus e, assim, mudar a sua vida.

Esperamos deste Pentecostes: avivamento, poder de Deus, poder da ressurreição, milagres, sinais, maravilhas! Uma visitação de Deus! Transferência de riquezas! A nossa comunhão com o Espírito Santo vai trazer transferência de riquezas. Esperamos fortalecimento do Espírito Santo e esperamos colheita de almas.

Para fazer parte do avivamento, precisamos estar continuamente cheios do Espírito Santo.

Efésios 5:18-19 “E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração”

 

Por que é que devemos estar continuamente cheios?

Porque quanto mais servimos, mais damos de nós mesmos. Então, se serve e não está cheio pode perder a paixão. O segredo de mantermos a paixão é termos comunhão com o Espírito Santo. Aquele que mantém a comunhão íntima e diária vai vencer.

Quando a pessoa não é cheia do Espírito Santo, tudo fica estagnado, mecânico e sem paixão. Não se pode cair na rotina. É necessário ser cheio do Espírito Santo a cada dia. Não chega ser cheio uma vez. Precisamos ser continuamente renovados.

Se perdeu o fogo, a paixão por Deus, peça ao Espírito Santo que lhe dê um novo enchimento.

Importa que permita que o Espírito Santo venha sobre si e o transforme.

 

Podes rever a nossa reunião mais abaixo e ser cheio do Espírito Santo.

Phone: +351 234 308 422
3800-587 Cacia - Aveiro
Rua da Paz, Nº 263, Lote 9