Habacuque 3:17-19 “Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação.
Jeová, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas.”

Deus pode prover-nos para as épocas de escassez, se acreditarmos Nele. Vamos antecipar qualquer adversidade e fortalecer as nossas convicções, pois só assim venceremos.

Moisés orou quando experimentou a adversidade. Deus disse-lhe que não era tempo de clamar, mas tempo de agir.

Êxodo 14:15-16 “Então, disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco.”

Temos de estar em constante movimento de fé. Quando paramos tornamo-nos um alvo fácil para os ataques do inimigo.

Deus prometeu abrir um caminho onde ele não existe. Então, independentemente das dificuldades continuemos a avançar para o alvo. Deus luta em prol dos Seus, à medida que estes andam pela fé e em obediência à Palavra.

 

Neemias 4:20 “No lugar onde ouvirdes o som da buzina, ali vos ajuntareis conosco; o nosso Deus pelejará por nós.”

Quando empreendemos a obra de Deus, com verdadeira fé e humildade, com o alvo de glorificar a Deus e estendemos o Seu Reino. Deus chama-nos a estender o Seu Reino, usando as armas do Espírito. Não importa quantas sejam as dificuldades, Deus pelejará por nós. Vamos confiar em Deus, Ele cuidará de nós em qualquer problema.

 

Deuteronómio 8:11-18 Guarda-te para que te não esqueças do Senhor, teu Deus, não guardando os seus mandamentos, e os seus juízos, e os seus estatutos, que hoje te ordeno; para que, porventura, havendo tu comido, e estando farto, e havendo edificado boas casas, e habitando-as, e se tiverem aumentado as tuas vacas e as tuas ovelhas, e se acrescentar a prata e o ouro, e se multiplicar tudo quanto tens, se não eleve o teu coração, e te esqueças do Senhor, teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão; que te guiou por aquele grande e terrível deserto de serpentes ardentes, e de escorpiões, e de secura, em que não havia água; e tirou água para ti da rocha do seixal; que no deserto te sustentou com maná, que teus pais não conheceram; para te humilhar, e para te provar, e para, no teu fim, te fazer bem; e não digas no teu coração: A minha força e a fortaleza de meu braço me adquiriram este poder. Antes, te lembrarás do Senhor, teu Deus, que ele é o que te dá força para adquirires poder; para confirmar o seu concerto, que jurou a teus pais, como se vê neste dia.”

Devemos confiar em Deus em todo o tempo, Ele ajudar-nos-à a superar as nossas dificuldades.

Fé é crermos numa promessa de Deus, agirmos sobre ela e não pararmos, pois Ele vai fazer aquilo que promete.

Se estás a passar por uma situação difícil, Deus está a fazer tudo para te tirar de lá. Confia Nele.

 

Êxodo 5:6-9 “Portanto, deu ordem Faraó naquele mesmo dia aos exatores do povo e aos seus oficiais, dizendo:
Daqui em diante não torneis a dar palha ao povo, para fazer tijolos, como fizestes ontem e anteontem; vão eles mesmos e colham palha para si. E lhes imporeis a conta dos tijolos que fizeram ontem e anteontem; nada diminuireis dela, porque eles estão ociosos; por isso, clamam, dizendo: Vamos, sacrifiquemos ao nosso Deus.
Agrave-se o serviço sobre estes homens, para que se ocupem nele e não confiem em palavras de mentira.”

Deus ia tirar o povo da escravatura, mas o inimigo levantou-se trazendo um agravamento no seu serviço. Muitas vezes, o inimigo leva a que o povo de Deus se esforce, mas a promessa está lá à frente e vai-se cumprir.

“É nos estágios de transição que se decide avançar ou retroceder, mas a nossa fé faz-nos avançar.”

Apóstolo António Ferreira

Em todas as crises da vida, há um antes, um durante e um depois. Como povo de Deus temos que mover-nos em direção à Promessa de Deus, para que conquistemos a Terra prometida.

 

Números 13:23-32 “Depois, vieram até ao vale de Escol e dali cortaram um ramo de vide com um cacho de uvas, o qual trouxeram dois homens sobre uma verga, como também romãs e figos. Chamaram àquele lugar o vale de Escol, por causa do cacho que dali cortaram os filhos de Israel. Depois, voltaram de espiar a terra, ao fim de quarenta dias. E caminharam, e vieram a Moisés, e a Arão, e a toda a congregação dos filhos de Israel no deserto de Parã, a Cades, e, tornando, deram-lhes conta a eles e a toda a congregação; e mostraram-lhes o fruto da terra. E contaram-lhe e disseram: Fomos à terra a que nos enviaste; e, verdadeiramente, mana leite e mel, e este é o fruto. O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades, fortes e mui grandes; e também ali vimos os filhos de Anaque. Os amalequitas habitam na terra do Sul; e os heteus, e os jebuseus, e os amorreus habitam na montanha; e os cananeus habitam ao pé do mar e pela ribeira do Jordão. Então, Calebe fez calar o povo perante Moisés e disse: Subamos animosamente e possuamo-la em herança; porque, certamente, prevaleceremos contra ela. Porém os homens que com ele subiram disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós. E infamaram a terra, que tinham espiado, perante os filhos de Israel, dizendo: A terra, pelo meio da qual passamos a espiar, é terra que consome os seus moradores; e todo o povo que vimos no meio dela são homens de grande estatura.”

 

A bênção é tão grande que é preciso que alguém te ajude a carregá-la. Crês ou duvidas? Olhas para o que Deus prometeu ou para o que estás a passar? Nenhuma circunstância ou dificuldade é maior do que nós.

A incredulidade dos 10 espias cria duas dimensões:

  1. a fidelidade que Deus sempre demonstra ao Seu povo não levou esses 10 homens a um relacionamento de lealdade com Ele.
  2. não confiavam em Deus, nem nas Suas promessas a respeito do futuro.

A falta de fé destes 10 homens constrastava com a fé de Caleb e Josué manifestavam. Estes dois entraram na Terra prometida, todos os outros não. Tanto Josué, como Caleb resistiram à opinião maioritária dos espias, porque tinham um compromisso com Deus e a firme confiança nas Suas promessas para Israel. Recusaram a decisão da maioria.

Este evento da história de Israel ensina-nos que, não devemos admitir que a opinião da maioria, até mesmo da igreja esteja certa. A fé vence todas as coisas. Por isso, Deus levanta homens e mulheres de fé para avançar.

Muitos ficam pelo caminho, porque o medo toma conta deles e esquecem-se que as promessa são o sim e o amén de Deus. Os cristãos fiéis devem estar firmes nas promessas de Deus.

 

O que estamos a fazer para alcançar o que Ele nos prometeu?

Os 10 espias deixaram que a adversidade escurece-se a perspectiva da verdadeira identidade. A nossa verdadeira identidade, como filhos de Deus, é que somos herdeiros e co-herdeiros com Cristo. Temos direito às promessas de Deus na nossa vida.

Números 13:33 “Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos e assim também éramos aos seus olhos.”

Os 10 espias aniquilaram a fé deles e do povo.

“Todavia, o Senhor tem grandes expectativas de nós e para nós. Deus acredita que podemos alcançar qualquer feito. Então vamos confiar Nele. Nada nos vai fazer parar!”

Apóstolo António Ferreira

Romanos 8:37 “Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.”

Não importa a situação que estejas a passar, Deus vai prover emprego, Deus vai prover para todas as necessidades. Pois Ele é o Deus que faz provisão. Crê Nele de todo o teu coração. Devemos confiar mais nas promessas de Deus do que nas notícias negativas que nos cercam. A fé é declarar, falar e agir.

Que vozes ouvimos no meio da crise? No meio desta crise da COVID 19, quantas vezes ouvimos notícias a encorajar-nos a ir em frente? O que decidimos ouvir determinará para onde vamos.

 

Números 14:1-4 “Então, levantou-se toda a congregação, e alçaram a sua voz; e o povo chorou naquela mesma noite. E todos os filhos de Israel murmuraram contra Moisés e contra Arão; e toda a congregação lhe disse: Ah! Se morrêramos na terra do Egito! Ou, ah! Se morrêramos neste deserto! E por que nos traz o Senhor a esta terra, para cairmos à espada e para que nossas mulheres e nossas crianças sejam por presa? Não nos seria melhor voltarmos ao Egito? E diziam uns aos outros: Levantemos um capitão e voltemos ao Egito.”

Eles estavam dispostos a voltar para trás e, acabam por permanecer 40 anos às voltas no deserto e, não entraram na Terra Prometida.

 

Números 4:5-8 “Então, Moisés e Arão caíram sobre os seus rostos perante todo o ajuntamento dos filhos de Israel.
E Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, dos que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes.
E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra muito boa. Se o Senhor se agradar de nós, então, nos porá nesta terra e no-la dará, terra que mana leite e mel.”

O Senhor recompensa aqueles que O buscam e Lhe agradam. Não desistas! Busca a Deus até que Ele se agrade de ti e te dê o sucesso e a vitória.

 

Podes rever a nossa reunião no vídeo que te disponiblizamos mais abaixo.

Phone: +351 234 308 422
3800-587 Cacia - Aveiro
Rua da Paz, Nº 263, Lote 9